terça-feira, 6 de março de 2007

RADAR 20 ANOS: " A música que marcou uma geração, 20 anos depois... "

Segunda a Sexta / 20h-23h

Como em todas as décadas, os anos 80 tiveram de tudo no que respeita à música: bom, mau, assim-assim, etc. Mas durante alguns anos, mais concretamente em meados da década de 90, o som daquela década foi completamente desacreditado, dando corpo à teoria de que na década seguinte é inevitável o desprezo pela década anterior. O bom, o mau e o assim-assim foram metidos no mesmo saco e tudo o que era 80s era mau e sobretudo piroso.
Em entrevista dada ao DN, em 98, os Duran Duran afirmaram que só com uma década de intervalo é que o mundo da música olharia para os 80s de outra forma. Este palpite não andou muito longe da realidade. De facto existe hoje um interesse crescente pela sonoridade de finais de 70, inícios 80, estando o som dos 90s, de certa forma, fora de moda, tal como os 80s á dez anos atrás.
O que era mau dos 80s passou, agora, de piroso a “ kischt “ e pode escutar-se nalgumas rádios locais, o assim-assim é rotulado de “ mainstream “ e engorda as play-lists de rádios de grande audiência, e o bom é catalogado de “ alternativo “, mas sem grande divulgação em termos de rádio, à excepção da RADAR FM.
De facto, o “ RADAR 20 ANOS “ é o único programa de rádio que recupera todo a sonoridade que marcou a geração dos pós-punk e fonte de inspiração para muitas bandas emergentes da actualidade, bem como outras já consagradas. É certo que não se trata de um programa exclusivamente dedicado à música dos anos 80 e tanto podemos escutar uma música de meados de 70s, como do início de 90s. Mas os fãs dos 80s podem ficar tranquilos porque a melhor música desta década está bem representada. O pessoal da RADAR não se esqueceu dos Duran Duran, Depeche Mode, The Human League e OMD, ou dos nossos Sétima Legião e GNR.
Mas os principais responsáveis por este crescente interesse pelo som alternativo de à vinte e tal anos atrás são hoje nomes grandes da música que dispensam apresentações. É muito provável que o trintões de hoje se sintam seduzidos pelo som dos Interpol, The Bravery, The Strokes ou Arcade Fire. O primeiro álbum dos escoceses The Fratellis muito subtilmente intitula-se “ Costello music “. Mesmo sem encontrarmos semelhanças evidentes entre o som deste trio escocês e o som de Elvis Costello, a simples referência ao seu nome mostra a influência e respeito por toda uma sonoridade do seu tempo. Se escutarmos o single “ In the mornig “ dos britânicos Razorlight, encontramos já uma maior proximidade com o som de Costello, ou mesmo dos The Boomtown Rats, já para não falar da semelhança de vozes entre Johnny Borrell e Bob Geldof.
De certa forma devemos agradecer a esta nova geração de músicos a recuperação da credibilidade do velhinho som pós-punk, que andava pelas ruas da amargura. A RADAR FM está de parabéns ao prestar a devida homenagem em " RADAR 20 ANOS ". Se estiverem em zonas onde não seja possível captar a frequância 97.8 FM, poderão fazê-lo através do site www.radarlisboa.fm ou pelo serviço de rádio da TV Cabo.

10 comentários:

Catarina disse...

É pena não apanhar essa estação de rádio aqui por estes lados...

sem titulo disse...

existe o programa "80 à hora" da Rádio comercial e a RNA tb passa muita musica eighties, penso eu.

Quanto aos The Strokes e Libertines penso que vêm buscar maiores influências aos anos 70. Se bem que as décadas não são estanques, e as influências misturam-se , diluem-se e contaminam-se.

***********

BV disse...

As senhoritas Catarina e Maria são presença assídua neste blog. Estão de parabéns!:)
Congratulo-me pelo facto de manifestarem as suas opiniões e apresentarem sugestões.
Relativamente ao Radar 20 Anos, é sem dúvida o melhor programa de música daquela época. O facto de tratar-se de um programa de música alternativa e não especificamente dos anos 80, faz com que ouçamos som de meados dos anos 70, como do início dos anos 90. No entanto a fatia do bolo que cabe aos anos 80 é significativa, sendo frequente nomes com Depeche Mode, New Order, The Human League, Echo & the Bunnymen, entre outros...
O Radar 20 Anos tem emissão online através do site www.radarlisboa.fm ou através do serviço da TV Cabo. Toca a sintonizar...

Anónimo disse...

REALMENTE MANO BRUNO! A RADAR ESTÁ DE PARABÉNS! MELHOR QUE ELA SÓ UMA SESSÃO À TARDE NO CASCAIS SHOPPING OS DOIS MANOS NUMA SALA SÓ PARA NÓS! E VER OS HEROIS DO MAR! ROCK IN BELOURA! SEXTA FEIRA REALMENTE É UMA LUFADA DE AR FRESCO NAS NOSSAS VIDAS! OBRIGADO PELA ETERNA COMPANHIA PADRINHO!
UM GRANDE ABRAÇO
PEDRO FERNANDES

Tremoço Radioactivo disse...

A RNA, a Rádio comercial e a Rádio Horizonte têm programas dedixcados aos anos 80.

BV disse...

Como tem passado o meu ilustre amigo? Saúdo o seu regresso depois de uma breve ausência. As suas contribuições serão sempre benvindas!:)
Parece que o programa da RNA tem mais ouvintes do que eu esperava! E ainda bem porque é uma rádio da minha zona. O programa " Geração 80 " da Claudia Graça vai para o ar aos Sábados e Domingos das 10h às 13h. Apesar de tratar-se de um programa sem critério definido quanto ao estilo musical que passa, não deixa de ser um bom meio de divulgação da música dos anos 80. A RNA tem um emissor de 2KW e chega em boas condições a grande parte da grande Lisboa e ainda outra frequência para o Alentejo.
Penso que o programa da Comercial é o " 80 à Hora " do Pedro Ribeiro e vai para o ar aos Sábados entre o 12h e a 13h. Quando ao da Horizonte desconheço o nome do programa. Apesar desta rádio ser de Loures, tenho alguma dificuldade em captá-la em Odivelas. Mas posso verificar qual é o programa...

Tremoço Radioactivo disse...

Muito obrigado pelas boas vindas.

Devo dizer que talvez tenha incorrido em erro ao referir a Rádio Horizonte. Não tenho conhecimento de um programa ou hora definida, mas sei que normalmente passam muita sonoridade dos anos 80.

Ricardo S disse...

O "80 à hora" do Pedro Ribeiro já é a minha companhia habitual todos os sabados, no caminho para a Ericeira. Diga-se, aliás, que o fim-de-semana não poderia começar melhor. Quer dizer... se a Joss Stone fosse ao meu lado para passar o fds comigo...
Agora a sério, sei que o programa é gravado e repete ao domingo, mas não sei a hora.
Sei sim que o Pedro Ribeiro é a minha companhia quase todos os dias, pois de semana ouço o seu programa habitual das manhãs da Comercial, entre as 7 e as 10, onde também costuma passar algum som dos anos 80.

Ricardo S disse...

A RFM também passar muitas malhas dos anos 80, se bem que desconheço se tem algum programa específico, temático...

Anónimo disse...

bom comeco